Arquivos .INI são comumente utilizados para armazenar informações sobre a configuração das aplicações. Caminhos de diretórios, caminhos de programas externos, usuários, senhas, dentre outros.

Em aplicações PHP é extremamente simples realizar a leitura de arquivos INI. Para isto existe a função parse_ini_file(). Ela lê o INI e retorna um array multidimensional (matriz) indexado pela chave de cada linha. Inclusive, se o arquivo INI tiver seções, estas seções poderão ser utilizadas como chaves deste array. Veja:


arquivo INI:
==============
; Exemplo de arquivo .INI
; Isto é um comentário
[paths]
app=/usr/local/programa
temp=/tmp

[layout]
cor=vermelho
fonte=arial
tamanho=12


  1. <?php
  2. // primeiro vamos realizar a leitura
  3. // simples do INI, cada chave é transformada
  4. // em um índice do array unidimensional
  5. $ini parse_ini_file('config.ini');
  6. print $ini['temp'] . "<br>";
  7. print $ini['fonte'] . "<br>";
  8. // agora iremos respeitar a hierarquia das
  9. // seções do INI. O segundo parâmetro faz
  10. // com que as seções sejam as chaves de acesso
  11. // para este array multi-dimensional
  12. $ini parse_ini_file('config.ini'true);
  13. print $ini['paths']['temp'] . "<br>";
  14. print $ini['layout']['fonte'] . "<br>";
  15. ?>


Comentários

Paulo Henrique Karvat: / simples e objetivo
Gilson Modesto:
 


Você precisa realizar login pelo Facebook para enviar posts, comentários, apagar posts ou baixar posts em PDF. Para isso, clique no botão "Login no facebook".



Receba os posts por email: (?)

Conheça o Adianti Framework para PHP:

  • Desenvolvimento com componentes;
  • Formulários e datagrids.
  • Versão Web e Desktop (Gtk);
  • Multiplataforma;
  • Desenhe as interfaces;
  • IDE própria (Adianti Studio).
Ver detalhes...

Tenha mais produtividade com:

Adianti Studio: IDE para PHP

  • Leve e rápido;
  • Syntax highlight;
  • Gerência de projetos;
  • Navegação em banco de dados;
  • Autocomplete e plugins.
Mais informações...